Segundo a IDC, o número de colaboradores com mobilidade no território nacional em 2018 ultrapassa os 2,8 milhões de pessoas. Ou seja, 64% da população ativa em Portugal não tem uma forma de trabalhar que se possa considerar fixa.